Abrir

Blog

Ver mais artigos
27.06.2017

Equilíbrio e harmonia para o desenvolvimento da criança

#Arquitetura, Decoração e Moda

Quando falamos em decoração de quartos infantis, um universo lúdico e encantador nos vêm à mente. Hoje, muito mais do que deixar os ambientes bonitos, a decoração pode influenciar no aprendizado e crescimento das crianças, como propõe a decoração Montessoriano.

Desenvolvido pela educadora Maria Tecla Artemisia Montessori, o método recomenda um equilíbrio natural da criança com o ambiente que ela está inserida, priorizando a autoeducação por meio de elementos que ficam a sua altura e ao alcance das suas mãos. A ideia é que a criança possa explorar o espaço à vontade. Montessori traçou perfis gerais de comportamento e de possibilidades de aprendizado para cada faixa etária, com base em anos de observação.

Fonte: Divulgação Internet

Baseada nessas observações, o quarto montessoriano é projetado com alguns elementos importantes, como barra afixada a parede, que facilita a criança a ficar em pé ou o espelho em acrílico, também na altura da criança, para que ela trabalhe o conhecimento do corpo.  

O berço ou a cama precisa ser substituído por um colchão no chão e toda a mobília deve ser na altura da criança: armário para brinquedos, roupas, nichos ou as estante.

Outra característica marcante do quarto é a quantidade reduzida de brinquedos e muitos livros. Os brinquedos podem ser substituídos a cada 15 dias para evitar a monotonia da criança e a literatura é perfeita para estimular a criatividade da criança. É importante também pensar nos tapetes e almofadas, com materiais antialérgicos e diversas texturas, pois eles proporcionam experiências sensoriais e são ótimos para brincadeiras.

Fonte: Divulgação Internet

Alguns cuidados são importantes – Anote!

Os móveis ou elementos que tenham quinas devem ser protegidos com matérias macios – exemplo: espuma.

Lembre-se que o espelho deve ser de acrílico e não de vidro;

Não coloque TV no quarto. O excesso de estímulos, cores e velocidade vai dividir a atenção da criança;

Proteja as tomadas, pelo menos até que a criança entenda que elas são perigosas.

Fonte: Divulgação Internet

Fonte: Hula Hoop Photography

Fonte: Divulgação Internet

Outros artigos relacionados

Ver mais artigos

Deseja um atendimento personalizado?

Deixe que a construtora entre em contato com você